Mais visualizações

Nutrição e Alimentação de Peixes de Água Doce

Descrição rápida
A presente publicação foi elaborada, visando propiciar aos técnicos, produtores e estudantes de áreas afins aumento dos conhecimentos na área de nutrição de peixes de água doce que representa cerca de 70% dos custos de produção de uma criação intensiva.
R$51,00

Detalhes

Apresentação: A presente publicação foi elaborada, visando propiciar aos técnicos, produtores e estudantes de áreas afins aumento dos conhecimentos na área de nutrição de peixes de água doce que representa cerca de 70% dos custos de produção de uma criação intensiva. A referida publicação foi dividida em capítulos, abordando temas como anatomia funcional do aparelho digestivo de peixes com diferentes hábitos alimentares, exigências nutricionais, análise bromatológica de alimentos utilizados em rações, métodos de formulação de rações e manejo alimentar, entre outros temas relacionados a nutrição de peixes.

Autor: Priscila Vieira Rosa Logato, Doutora em Nutrição de Peixes.

Editora: Aprenda Fácil Editora

Número de Páginas: 128

Impressão: Capa colorida, fotos e esquemas em preto e branco

ISBN:85-88216-58-2

SUMÁRIO:

1 Introdução
2 Sistema digestivo
3 Nutrientes e exigências nutricionais
3.1 Energia
3.1.1 Carboidratos
3.1.2 Lipídeos
3.2 Proteínas e Aminoácidos
3.3 Vitaminas
3.4 Minerais
4 Aditivos e ligantes empregados em rações de peixes
4.1 Aditivos
4.2 Ligantes
5 Alimentos normalmente empregados em rações para peixes
5.1 Farelo de soja
5.2 Farelo de algodão
5.3 Farelo de amendoim
5.4 Farelo de canola
5.5 Grãos de destilarias
5.6 Concentrados protéicos de origem vegetal
5.7 Farinha de carne e ossos
5.8 Farinha de sangue
5.9 Levedura
5.10 Subprodutos lácteos
5.11 Colágeno
5.12 Milho
5.13 Sorgo     
5.14 Farelo de Arroz     
6 Formulação de rações     
6.1 Procedimentos para a formação de rações     
6.1.1 Identificação dos peixes e exigências nutricionais     
6.1.2 Composição química dos ingredientes     
6.1.3 Formulação propriamente dita     
7 Forma física da ração     
7.1 Ração farelada     
7.2 Ração peletizada     
7.3 Ração extrusada     
7.4 Armazenamento da ração     
7.5 Granulometria das rações     
7.6 Manejo alimentar     
7.6.1 Formas de arraçoamento     
7.6.2 Freqüência de arraçoamento     
7.6.3 Horário de arraçoamento     
7.6.4 Uniformidade do Lote     
7.6.5 Índices zootécnicos     
8 Referências bibliográficas