Mais visualizações

Sistemática Vegetal 3.ed. - Um Enfoque Filogenético

Descrição rápida
Sistemática vegetal, 3ª edição – cujas edições anteriores (em inglês) se tornaram amplamente conhecidas e influentes entre os estudantes de sistemática vegetal e botânica em geral –, discute as mais modernas idéias e metodologias da sistemática vegetal.
R$229,00

Detalhes

Um Enfoque Filogenético

Autores: Walter S. Judd, Christopher S. Campbell, Elizabeth A. Kellogg, Peter F. Stevens & Michael J. Donoghu

Formato: 21x28

ISBN: 9788536317557

Ano: 2009

N. de páginas: 632

Apresentação: Sistemática vegetal, 3ª edição – cujas edições anteriores (em inglês) se tornaram amplamente conhecidas e influentes entre os estudantes de sistemática vegetal e botânica em geral –, discute as mais modernas idéias e metodologias da sistemática vegetal. A obra tem como base a chamada árvore da vida – a idéia de que todas as formas de vida estão inter-relacionadas como os ramos de uma árvore –, detendo-se nas plantas vasculares ou traqueófitas, com ênfase nas plantas com flores, um grupo importante que domina a maior parte dos ecossistemas terrestres e está associada aos medicamentos, às belas plantas ornamentais, aos materiais de construção, às fibras para papel ou vestimenta, bem como à maior parte da nossa alimentação.

Editora: Artmed

Sumário:

CAPÍTULO 1 - A Ciência da Sistemática Vegetal - O que queremos dizer com vegetais? - O que queremos dizer com sistemática? - O enfoque filogenético Como reconstruímos uma filogenia? O que é monofilia? - A sistemática vegetal na prática - Por que a sistemática é importante? - Objetivos e organização deste livro - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 2 - Métodos e Princípios de Sistemática Biológica - Como as filogenias são construídas? - Determinando a história evolutiva Caracteres, estados de caracteres e redes Árvores evolutivas e enraizamento Escolhendo árvores Avaliando a homoplasia Resumindo árvores evolutivas A probabilidade de modificação evolutiva em caracteres Podemos acreditar em uma árvore evolutiva? - Descrevendo a evolução: o mapeamento de caracteres em árvores - Construindo uma classificação Agrupando: grupos que recebem nomes são monofiléticos Nomeando: nem todos os grupos são nomeados Categorias: as categorias são arbitrárias - Comparando as classificações filogenéticas com as classificações derivadas do uso de outros métodos taxonômicos - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 3 - Sistemas de Classificação das Angiospermas: Uma Perspectiva Histórica - Classificação, natureza e estabilidade - Entendendo as relações entre grupos - Classificações e memória - A formação das categorias hierárquicas superiores - As classificações ao longo dos anos - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 4 - Evidências Taxonômicas: Caracteres Estruturais e Bioquímicos - Morfologia Duração e hábito Raízes Caules Gemas Folhas Morfologia floral - Biologia da polinização Síndromes de polinização Coevolução entre planta e polinizador Engodo e recompensas não-nutritivas na polinização das orquídeas Evitando a autopolinização - Inflorescências, frutos e sementes Tipos de frutos Sementes Dispersão de frutos e sementes - Anatomia Xilema e floema secundários Anatomia nodal Anatomia foliar Estruturas secretoras Cristais Organização do xilema e do floema no caule Anatomia floral e desenvolvimento - Embriologia Óvulos e megagametófitos Embrião e endosperma Agamospermia - Cromossomos Número cromossômico Estrutura dos cromossomos Métodos para o estudo dos cromossomos - Palinologia Desenvolvimento da antera Estrutura do pólen, viabilidade e métodos de estudo - Metabólitos Secundários Alcalóides Betalaínas e antocianinas Glucosinolatos Glicosídeos cianogênicos Poliacetilenos Terpenóides Flavonóides - Proteínas - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 5 - Sistemática Molecular - Fontes de dados de seqüências de DNA - Genomas vegetais - Gerando dados de seqüências de DNA Seqüenciamento de gene-a-gene Seqüenciamento de genomas inteiros - Análise de dados de seqüências de DNA Taxas de mutação Alinhamento de seqüências Técnicas de análise Árvores de genes versus árvores de espécies - Caracteres moleculares Genes de cloroplasto e espaçadores Genes mitocondriais Genes nucleares - Análise de sítios de restrição - Mapeando o genoma nuclear - Resumo - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 6 - A Evolução da Diversidade Vegetal - A diversidade vegetal é o resultado da evolução - A variação em populações e espécies vegetais Fontes de variação Padrões locais e geográficos de variação - Especiação Manutenção da diversidade versus fluxo gênico Classificação das barreiras de isolamento reprodutivo - Origem das barreiras de isolamento reprodutivo Hibridização e introgressão Poliploidia Sistemas reprodutivos - Conceitos de espécie Estudos de caso em espécies vegetais Parâmetros para o reconhecimento de espécies vegetais - Resumo - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 7 - Visão Geral da Filogenia das Plantas Verdes - Eventos de endossimbiose - “Algas” diversas - Viridófitas (plantas verdes) Clorófitas Estreptófitas - Embriófitas (plantas terrestres) Hepáticas Musgos Antóceros Relações filogenéticas entre as embriófitas Transição para o ambiente terrestre - Traqueófitas (plantas vasculares) Licófitas Eufilófitas - Espermatófitas (plantas com sementes) Principais características das espermatófitas Evolução inicial das espermatófitas Linhagens atuais de espermatófitas - Angiospermas (plantas com flores) As flores e o ciclo de vida das angiospermas A origem das angiospermas Relações das angiospermas com outros grupos Relações entre as angiospermas Polinização, dispersão e formas de vida das angiospermas - Resumo - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 8 - Licófitas, Samambaias e Gimnospermas - Licófitas Lycopodiales - Monilófitas (Samambaias) Psilotales Ophioglossales Equisetales - Samambaias Leptosporangiadas Osmundales Salviniales Cyatheales Polypodiales - Gimnospermas Cycadales Ginkgoales Coniferales (Coníferas) Gnetales - Bibliografia citada e leituras recomendadas

CAPÍTULO 9 - Relações Filogenéticas das Angiospermas - O Grado Anita Amborellales Nymphaeales Austrobaileyales - O Clado das Magnolídeas Magnoliales Laurales Canellales Piperales - Um clado de posição incerta Ceratophyllales - Monocotiledôneas Alismatales Liliales Asparagales Dioscoreales - Monocotiledôneas Commelinídeas Arecales Commelinales Poales Zingiberales - Eudicotiledôneas (Tricolpadas) Ranunculales Proteales e outras tricolpadas - Eudicotiledôneas-Núcleo Caryophyllales Santalales Saxifragales - Clado Das Rosídeas Vitales Geraniales - Fabídeas (Eurosídeas I) Zygophyllales Oxalidales Celastrales Malpighiales Fabales Rosales Cucurbitales Fagales Myrtales: Incertae Sedis dentro de Rosídeas - Malvídeas (Eurosídeas II) Brassicales Malvales Sapindales - Clado das Asterídeas (Sympetalae) Cornales Ericales - Asterídeas-núcleo - Lamídeas (Euasterídeas I) Solanales Gentianales Lamiales - Campanulídeas (Euasterídeas II) Aquifoliales Apiales Dipsacales Asterales - Bibliografia citada e leituras recomendadas

APÊNDICE 1: Nomenclatura Botânica - Nomes científicos Argumentos contra o uso de hierarquias nas classificações Pronúncia de nomes científicos Princípios nomenclaturais - Requisitos para nomear uma espécie nova Nomes de híbridos Plantas cultivadas - Resumo - Bibliografia citada e leituras recomendadas

APÊNDICE 2: Preparo e Identificação de Espécimes - Coletando plantas - Prensando e secando plantas - Montando e processando espécimes de herbário - Conservação e legislação - Identificação das plantas Chaves Floras e monografias A sistemática vegetal na internet Herbários, jardins botânicos e especialistas - Bibliografia citada e leituras recomendadas